cinema

Filme chinês mais caro de sempre retirado dos cinemas após estreia dececionante

SAPO TL, 17 de julho de 2018

partilhar
Email
×

Por favor verifique os campos assinalados.

Este artigo foi partilhado com sucesso com .

A produção cinematográfica mais cara de sempre na China, intitulada "Asura", com um custo de 750 milhões de yuan (96 milhões de euros), foi retirada dos cinemas após uma dececionante estreia comercial no fim de semana.

O filme épico, baseado na mitologia budista, arrecadou 49 milhões de yuan (6,2 milhões de euros) no fim de semana de estreia, nos cinemas chineses, apesar de uma forte campanha publicitária.

Os produtores anunciaram a retirada dos cinemas através das redes sociais, mas sem detalhar quais os motivos.

Mais de 2.500 pessoas trabalharam na produção de "Asura", filme produzido na China e cuja pós-produção foi feita ao longo de mais de um ano nos Estados Unidos.

Num artigo publicado antes da estreia, Yang Hongtao, presidente do grupo Ningxia Film Group, um dos produtores, considerou o filme "muito imaginativo".

"Queremos que o filme aumente a confiança na nossa própria cultura e capacite os nossos talentos domésticos", afirmou.

Fonte: Agência Lusa

comentários